21 de out de 2013

Poetinha, 100


Nesses dias de comemoração do centenário de Vinicius de Moraes, eu vi várias interpretações de suas músicas e li vários versos seus, aqui nas redes sociais, mas senti falta de 'Dialética', um pequeno poema de que gosto muito. Vai aí, então, mais uma homenagem:

Dialética

É claro que a vida é boa 
E a alegria, a única indizível emoção 
É claro que te acho linda 
Em ti bendigo o amor das coisas simples 
É claro que te amo 
E tenho tudo para ser feliz 
Mas acontece que eu sou triste...

Nenhum comentário: