14 de out de 2013

Olhos de Sasha


Sasha introduziu na fazenda uma dinastia de cachorros com olhos de Sasha. 
Jagunço tinha olhos de Sasha. 
Olhos que não se furtam; fitam. Fuzilam! 
Olhos com um quê de tristeza; outro quê de nobreza. 
Olhos sem mendicância; quando menos, tolerância. 
Olhos silenciosos; totalmente misteriosos. 
Olhos que nunca se abatem, nunca latem. 
Olhos que nunca imploram; nunca choram.
Olhos altivos; vivos.
Olhos que não ameaçam: apenas olham, ignoram e passam.
Terríveis olhos de Sasha!

3 comentários:

Anônimo disse...

Que olhos fantásticos!

Anônimo disse...

Você devia escrever mais. Gosto muito dos seus escritos.

Luciana Thomsen disse...

Misteriosa Sasha de Manuel...
Saudades do seu blog! Um grande abraço.

Luciana Thomsen