29 de jun de 2013

Trem da alegria

Essa conversa está nas ruas e, esta semana, aterrizou em um comentário numa postagem abaixo: vem aí mais  leis delegadas com criação de mais cargos comissionados de livre nomeação. A reiteração mostra que não estamos diante de uma situação atípica, movida por imperativos conjunturais, mas de um modelo de administração, a meu ver, pouco racional, oneroso e voltado exclusivamente para resultados de curto prazo. Se a maioria da Câmara fosse séria, ainda que tivesse predisposição de apoiar o prefeito, deveria requerer uma apresentação dos secretários da área administrativa da Prefeitura - especialmente, os da Administração, Fazenda e Controle Interno - sobre o desempenho da folha de pagamentos nesse primeiro semestre e, mais detidamente, sobre como se conseguiu converter uma situação de alto comprometimento orçamentário com pessoal para outra favorável a criação de novas despesas continuadas. Mas isso é pouco provável: mesmo em temporada de manifestações, é de se esperar que os nobres edis persistam no posicionamento anterior que já aprovou 88 novos cargos no Gabinete do Prefeito e nas secretarias de Planejamento e Obras e outros 14 empregos na CODESEL.


6 comentários:

Anônimo disse...

Flávio, acredito que estamos nesta situação. Caramelo, Dalton, Douglas e Marcelo vão votar contra. Milton Saraiva, João Evangelista, Décio, Euro a favor. Milton Martins, Fabricio, Marli, Renato Gomes, Gonzaga, Doceiro, Alcides e Ismael são os indecisos. Precisamos jogar pressão nesses. O que você acha ?

Blog do Flávio de Castro disse...

Anônimo, se houvesse tantos indecisos, algum questionamento teria aparecido nas votações anteriores. Acho que o placar, se tanto, é 12 a 4. Só não é 13 a 4 porque o presidente não vota. São muitas cabeças vazias...

Anônimo disse...

Flávio, respeito sua opinião, mas acho que desta vez vai ser diferente. Alguns já arrependeram. Como foi o caso do Milton Martins que falou isso em público. É AGORA OU NUNCA.

Blog do Flávio de Castro disse...

Anônimo, boas intenções todos nós temos; já na hora de votar... duvido!

rogerpardal disse...

Os que poderiam fazer a diferença,me parece ,estão com medo do "estrangulamento" politico pois dependem do executivo para realizar suas demandas.
Acho que precisamos do vereador perfil"porra louca",os que nos representam estão fazendo muito a linha políticos "estratégicos",estratégicos para se segurar em suas cadeiras!

Anônimo disse...

Se o João Evangelista vota a favor deste projeto do prefeito, já arrependi de ter votado nele. Quanto ao Milton Saraiva, Pe. Décio e Euro não temos que esperar postura que não seja a subserviente. Lamentável.