15 de jun de 2013

Boa obra, Boa Vista!

A rigor, é uma obra simples que não deveria chamar a atenção. Mas, nesses últimos anos, as obras públicas, em Sete Lagoas, foram tão mal conduzidas que essa, sim, acaba surpreendendo. Eu fui visitar a obra de recuperação da Lagoa da Boa Vista e saí de lá animado. Com o esgotamento do espelho d'água, vê-se que o talude estava, como previsto, todo comprometido e, agora, está sendo inteiramente recuperado. O passeio em ardósia está sendo substituído por pavimentação em concreto. A drenagem nas ruas do entorno estão sendo desobstruídas com substituição de manilhas. Segundo os operários, toda a praça de shows e esportes também será revitalizada. Aquele espaço é maravilhoso e merece um tratamento à altura.


Os jornais da semana estão noticiando a imprudência da Prefeitura em esgotar a lagoa sem prévia destinação para os peixes e cágados que habitavam o local. Falta de planejamento já virou rotina, mas, nesse caso, ainda que nada a justifique, acho que deviam ser exigidas apenas as medidas corretivas e não devia ser aplicada multa alguma, como aventado. O melhor emprego do dinheiro da multa, para mim, está na melhor e mais abrangente revitalização desse espaço. Se a obra ficar bem feita e a lição sobre cuidados ambientais for assimilada para intervenção em outras lagoas, eu acho que está de bom tamanho. Bola pra frente...

Um comentário adicional: eu não gosto muito de pavimentação em concreto para calçadas, mas a extensão é tão grande que me parece justificável. Mas a praça de shows também terá a ardósia substituída por concreto?! Alí, eu acho que se deveria pensar num material mais adequado, com cores e texturas adequadas para acessibilidade e, ainda, mais liso, de forma geral, para uso livre por crianças. 

4 comentários:

Brenno Frank disse...

Tambem pelo o que escutei as obras estao sendo bem conduzidas e ja a tempo que a Lagoa da Boavista precisava de uma renova ...

Ramon Lamar disse...

Flávio,
concordo com a questão da necessidade de um tratamento melhor do piso da "praça de eventos" da Lagoa. Já propusemos esses grafismos no passado. Senão vai ficar igual ao lindo entorno do Mineirão.
Quanto aos problemas ambientais e convocação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMAD) - que poderia aplicar uma multa - já aviso que o contato partiu da própria Polícia do Meio Ambiente (antes que coloquem a culpa nos "ambientalistas" de Sete Lagoas). E que também o IBAMA está acompanhando o processo por suas fortes ligações também com a PM do Meio Ambiente.
Realmente espero que as lições sejam aprendidas com um melhor planejamento no futuro.
Estou pensando em fazer mais uma caminhada por lá amanhã para aproveitar e estudar um pouco da biologia bentônica. Oportunidade única.
Abraços e parabéns pela postagem. Mostra o quanto você é sincero em querer o melhor para a cidade, independente de correntes politico-ideológicas.

Blog do Flávio de Castro disse...

Ramon, a ideia de um grafismo com concreto pigmentado é muito boa! Com um polimento um pouco mais cuidadoso para reduzir a aspereza seria uma bela solução. E barata!

Eu espero, mesmo, que a Prefeitura aprenda com os seus erros. Esse desprezo com o aspecto ambiental não é justificável e pode ter implicações graves. No entanto, desde que ela tome as medidas corretivas exigidas, sou contrário à aplicação de multa porque isso apenas desviaria recursos cuja melhor destinação é na própria obra, especialmente, em componentes ambientais como a adequada operação de desassoreamento. Não se pode perder a oportunidade da lagoa fazia para fazer bem feito tudo o que precisa ser feito. Não apenas o reparo de taludes, mas a limpeza do lixo acumulado no fundo e o desassoreamento de toda a área, não é mesmo?!

Ramon Lamar disse...

Concordo 100%.