10 de abr de 2013

Provocação

O site oficial da Prefeitura passou a estampar, desde ontem, uma matéria relacionada ao tema do momento: o da publicação nominal dos salários dos servidores. Seria compreensível [e olhe lá...] se a matéria fosse informativa e esclarecedora sobre a polêmica que está nas ruas e nas redes: ou seja, se a publicação nominal é constitucional, o que tem suscitado opiniões contra e a favor. Mas não é isso o que se vê. O site oficial replica uma página de jornal, sem indicação de fonte e data, que narra um caso particularíssimo, o de um cidadão que acessou, por meio do portal da transparência do Senado Federal, os dados funcionais de uma servidora; segue-se uma troca de insultos, com a tal servidora chamando-o de 'bisbilhoteiro', o que ensejou duas ações judiciais bem-sucedidas do cidadão contra a dita cuja. Ao final da leitura, só resta uma indagação: é essa a intenção da Prefeitura de Sete Lagoas ao publicar os salários dos servidores, a de promover a cizânia pela cizânia e a provocar atritos pessoais entre cidadãos e servidores? A matéria não tem nada de estranha, mas sua publicação, ali, demonstra uma absoluta falta de bom senso.


Na verdade, site oficial é oficial. Publica matéria oficial e não jornalística. Se a Prefeitura desejava sanar dúvidas sobre a constitucionalidade e legalidade de seu procedimento, no caso, sobre a publicação da lista de salários de servidores, a meu ver, cabia-lhe manifestar-se, sem estardalhaço, com absoluta responsabilidade e seriedade, através de nota técnica ou parecer jurídico emanado de autoridade competente. E ponto.

Nenhum comentário: