24 de mar de 2013

Saia justa na RBR

Pois é: a Red Bull não faz jogo de equipe, mais ou menos. Depois da lambança que os seus mesmos dois pilotos de hoje protagonizaram na Turquia, em 2010, a ordem é não disputar mais posição entre eles, depois do último pitstop. Aí é hora de poupar equipamento e levá-lo com segurança até a bandeirada. Mas não foi isso que Vettel fez, no GP da Malásia, hoje, após a quarta troca de pneus. A equipe deu ordem para Webber, que ia à sua frente, reduzir a rotação do motor; ele, então, aproveitou e passou. Resultado, ganhou, mas gerou um tremendo mal-estar na Red Bull. Webber negou-se a cumprimentá-lo, negou-se a colocar a mão sobre o seu ombro, na tradicional foto do pódio, e negou-se a tirar a também tradicional foto com a equipe, quando há dobradinha na pista. Saia justa total! Vettel reconheceu o erro, desculpou-se, mas foi pra casa com os sete pontos a mais que a ultrapassagem lhe deu. Aquela história: bola pro mato que o jogo é de campeonato...

[Webber: mãos para baixo, sem gracinhas...]

2 comentários:

Frederico Dantas disse...

Sebastião, o espertalhão.

Se quisesse descumprir o combinado (malditas combinações) que falasse pelo rádio para Weber não aliviar porque ele não aliviaria. Do jeito que fez foi sacanagem.

Blog do Flávio de Castro disse...

Fred, eu só soube que havia um acordo depois da corrida. Aí, eu achei que foi mesmo uma baita sacanagem. Ora, aquela ultrapassagem não foi acidental porque Webber estava muito mais lento. Nada disso. Vettel forçou a barra até o limite para passar. Mau caratismo total!