31 de mar de 2013

Entre a cruz e a espada

Essa parece ser a situação dos imóveis de valor histórico e cultural, na maioria das cidades brasileiras. Em duas páginas, no caderno Cotidiano, a Folha de São Paulo, com matérias sobre dois casos concretos no Rio de Janeiro, mostra o impasse em que eles se encontram: ou sujeitos a especulação imobiliária ou sujeitos a degradação. 

No primeiro caso [pág. C4: qual o futuro da Carioca?], o problema está no risco de fechamento de tradicionais lojas [Bar Luiz,  Vesúvio e Guitarra de Prata, dentre elas] que ocupam velhos casarões da rua da Carioca, no centro do Rio, objeto de forte especulação, depois que 40 deles foram adquiridos pelo Grupo Opportunity. No segundo [pág. C5: incêndio faz sete imóveis ruírem no centro do Rio], o problema está na precariedade de imóveis atingidos por incêndio, no Saara, também no centro do Rio, na rua Buenos Aires.

Nenhum comentário: