5 de fev de 2013

BR-040 e MG-424: ufa!

Aproveitando o embalo da postagem anterior, já que é pra reclamar do governo, vão aí mais dois desabafos pessoais, mas que não têm nada de pessoais:

Quinta, 31. Eu precisava estar em Confins, no meio da tarde. Almocei e tomei rumo. Liguei a CBN. Tomei pé de que um acidente na BR-040 interditou o trânsito, no sentido SL-BH. Tranquilo: eu ia mesmo pela 424... Mais dois minutos, mais uma notícia: outro acidente interditou a MG-424, na altura de Pedro Leopoldo, sentido SL-BH. Putz!, fui atalhando, virei aqui, retornei ali, e cheguei a Confins, a tempo. Sorte! Por pouco, não voltava pra casa...

Segunda, 04. Eu tinha intenção de sair de BH no início da tarde. Pela rádio, fiquei sabendo que havia um acidente na BR-040, em Contagem, com retenção nos dois sentidos. Dei um tempo, meia tarde, e fui. O trânsito fluía bem na saída da cidade. Só na saída. Dois minutos depois: tudo parado! Congestionamento e chuva. Uma hora, mais de uma hora pensando na vida. Então, estava lá o caminhão na vala, já saqueado; e, enfim, trânsito quase normal, lento pela chuva interminável, mas livre... E não é que chegando em Sete Lagoas, na reta final, quase três horas depois, estavam lá: à esquerda, na vala, outro caminhão despencado, travando parte da pista; à direita, no acostamento, um ônibus abalroado na coluna traseira. E um começo de fila e de lentidão...

Dez anos de tucanos no governo de Minas... e a 424 continua lá. Dez anos de petistas no governo federal... e a 040 continua a mesma. Até quando?!


PS - 08/02/2013: A propósito do caso de Minas, vale a leitura da matéria do jornal O Tempo: Governo de Minas investe em seis anos o que arrecada de IPVA em um [AQUI]. Isso explica porque as coisas estão como estão...

4 comentários:

Anônimo disse...

Tem um caminhão virado há 5 dias perto da EMBRAPA #descaso

Ramon Lamar disse...

Parabéns pela postura isenta!
Até quando? Quantos Sarneys e Renans terão que passar até a coisa se resolver?

Enio Eduardo disse...

Ramon, outro dia vi uma Edição Especial de uma Revista Semanal (Se não me engano foi a Época), em que eles noticiavam o que havia sido notícia em 1952. A idéia era mostrar as notícias de 2012 e compará-las com as notícias de 60 anos antes. Havia uma notinha na parte social de 1952 que dizia: "Casou-se essa semana o Jovem político do PSD José Sarney e sua bela Marli. José Sarney, 22 anos de idade, uma promessa na política oposionista do Maranhão. anotem aí: vocês ainda vão ouvir falar muito deste rapaz."

Eu ri demais da conta, pois aquilo não era notícia, era premonição.

Cheguei à conclusão que o José Sarney nunca vai morrer, ele vai ficando por aí até acabar. Igual a ele tem vários outros por aí.

Frederico Dantas disse...

Ênio, 1952? É isso mesmo? Não seria 1852 ou 1752?