3 de jan de 2013

A estupidez dos alarmes

Todo mundo instala alarmes sem se preocupar com o essencial: para qual utilidade? Quando o maldito alarme disparar, quem será acionado para dar cobertura? O alarme da MasterCabo Sete Lagoas, próximo à Prefeitura, disparou antes das 2h00 da madruga de hoje; são quase 7h30 da manhã e continua disparado. Alguma central de segurança foi acionada? Não! Os responsáveis pela MasterCabo compareceram ao local? Não! A Polícia Militar? Não!

Para quê esse alarme está disparado? Óbvio, só há uma resposta: para alertar a vizinhança! Alguém nas redondezas conseguiu dormir? Não! A lógica da MasterCabo e de meio mundo é simples: a segurança deles está em enlouquecer os vizinhos. Os vizinhos é que devem se levantar, passar a noite acordados, fazer a ronda e chamar a polícia. Uma lógica simples, barata e irresponsável!

Não há um dia que não dispara um alarme no centro da cidade, não desses que dispara e alguém, em seguida, desliga; mas do tipo que dispara e disparado fica. E como isso é um dia sim, outro também, ninguém mais dá a menor importância ou se 'alarma' com eles...

Isso precisa ter uma regulação. As empresas instaladoras deveriam estar obrigadas a exigir do proprietário uma vinculação a uma empresa de segurança ou a um número mínimo de celulares que fossem, automaticamente, acionados.

Vizinhos, em geral, não são seguranças gratuitas de empresas. Vizinhos, em geral, à noite, dormem. Quando podem...

Nenhum comentário: