2 de dez de 2012

Azar...

Independente da gafe do chef Alex Atala, que empurrou o Uruguai para o Grupo B ou para uma posição errada no Grupo B, o Brasil caiu no grupo da morte [grupo A], na Copa das Confederações; já a Espanha pegou um grupo facílimo. Mas o maior azar, pelo erro de Atala, foi nosso: nos dois grupos, nós mineiros, na primeira fase, só veremos, no Mineirão, jogos fraquíssimos. Em 22 de junho, Japão e México [nada de Brasil ou Itália]; e, antes, no dia 17, Taiti e o campeão africano [nem Espanha nem Uruguai]. A aposta é que teríamos, pelo menos, o Uruguai, nessa fase. O dia de ouro será 26 de junho, num dos jogos da semifinal: se prevalecer a escrita, poderemos ter um Brasil [ou Itália] e Uruguai. A ira dos mineiros, com tanto azar, é que dos seis estádios da Copa das Confederações, o Mineirão é o único que está [praticamente] pronto.

Nenhum comentário: