3 de nov de 2012

Dona Maria

Andaram fazendo um teste de estanqueidade do sistema de gás, aqui no prédio. Cinco apartamentos apresentaram algum percentual de vazamento e tiveram o serviço paralizado. Nós, pela Lei de Murphy  fomos incluídos entre os cinco... Café? Só com ebulidor. Fui despedido da boca do forno, por 15 dias. Juro que achei que um mundo sem gás era um mundo impossível. Como aqui em casa todos almoçam fora, a diferença foi nenhuma. Pra mim, que só apareço aos finais de semana, foi o fim da picada. Como assim? Tornei-me um inútil...

O que me salva é o desejo dos meninos...

Neste sábado, enfim, 'habemos gás'. Então, fui à luta. No almoço, a pedido, polpettones com tagliatelle. Vocês não imaginam a maravilha que ficaram os meus polpettones... A mais, a Luiza disse que estava cansada de comida de restaurante. Que queria coisas mais triviais: tipo pescoço de peru, frango preguento, por aí...

Foi a senha: entrei numa fase Dona Maria de dar gosto!

[A la Dona Maria: panelas velhas, tábuas velhas, facas velhas... e gás novo!]

Nenhum comentário: