17 de out de 2012

Mais lenha...

Longa vida a Duda Mendonça
Por Luís Nassif
É acachapante a diferença de tratamento dos Ministros do STF a um membro da indústria midiática - publicitário Duda Mendonça - e aos demais réus do julgamento.
Com Duda Mendonça, um rigor absoluto em relação a supostos erros da peça acusatória do Procurador Geral da República. Admite-se que houve processo de lavagem de dinheiro mas que o PGR não logrou trazer as provas para os  autos. Como errou - segundo os Ministros -, eles se atem aos autos e absolvem o réu.
Com os demais, compreensão absoluta quanto à falta de provas e inconsistências das acusações.
Nem defendo absolvição dos demais nem a penalização de Duda Mendonça. Mas há um discricionarismo que beira a de pudor no comportamento de alguns ministros.

6 comentários:

Zeca Dias Amaral disse...

Olá,

o problema é que a lenha está verde, ou seja, chorando muito, como se diz.

Abs.

Leonel disse...

Flávio,

ao teimares neste debate sobre o mensalão, tu fazes transparecer que guardas desavisado a memória quixotesca de um PT heróico que não resistiu ao tempo. É uma tolice que insistas em tão estéril utopismo. Se saístes do PT, tu devias dele desencarnar. É o que te aconselho e acho que tu devias ouvir um bom conselho. Só tens prejuízos a contar, enquanto teus velhos companheiros contabilizam lucros. Crês, por engano, que o PT lacustre haverá de vestir-se de Davi contra as armaduras do novo Golias? Crês que formará uma aguerrida oposição? Não esperes por essa brava cena. Todos os teus antigos companheiros tem valiosos canais de aproximação com o prefeito ora eleito e não se furtarão a usá-los. Alguns sempre lhe acessaram pela porta da cozinha, sem intermediários. Esses são governistas e persistirão governistas por hábito e necessidade. Outros não se furtarão a buscar seus amigos deputados federais petistas que guardam boas e velhas amizades com o deputado federal Márcio Reinaldo. Tu te esqueceste disso? Não se negarão a pedir-lhe favores e não terão favores negados em troca de favores futuros. São todos membros dessa geleia geral chamada base aliada. Todos participam de uma grande pajelança e tem seus futuros políticos garantidos. Aflijo-me em dizer-te, gentil amigo, mas apenas o teu futuro é incerto. Com todo respeito, é a política. A mesma política contra a qual tu vives a semear palavras ao vento.

Blog do Flávio de Castro disse...

Leonel [Brizola],

Esqueça o PT. Teimo, de fato, em escarafunchar esse assunto do julgamento do mensalão porque é um fato político que não dá para fingir que não se vê. E cujas consequências irão muito além dele próprio. Ainda que várias pessoas, como o Zeca, acima, achem que qualquer comentário que não seja de concordância com tudo que se passa não seja legítimo e não passe de choradeira de lenha verde. Paciência. Esqueça o PT. Esqueça os meus 'antigos companheiros'. Deixe que façam política como lhes convém e ponto. Semear palavras ao vento não faz mal a ninguém. Com elas, pelo menos, eu me divirto.

Ramon Lamar disse...

Não entendi... parece que dois ministros mudaram os votos em relação ao Duda? Foi isso?

Blog do Flávio de Castro disse...

Gilmar e Barbosa reviram seus votos sobre Duda Mendonça, condenando-o. Lewandowski também mudou um voto dado há um mês. Os fatos são esses. Mas também não entendi...

Ramon Lamar disse...

Uai e até quando pode se mudar o voto?
Com a gente não pode não... colocou na urna (ou teclou)... tá feito!