23 de set de 2012

Márcio Mick Jagger Lacerda

Pé frio

Sem politicagem. Na boa. Não é por nada não, mas desde que os cartolas dos times mineiros decidiram hipotecar apoio - indevidamente, em nome das suas torcidas - à candidatura de Márcio Lacerda, a vida do Atlético ficou difícil e a do Cruzeiro - que já não ia bem - mais difícil ainda... Em 9 jogos, depois do fatídico ato de apoio, as panteras, que só ganhavam, empataram 4, perderam 2 e caíram fora da liderança; já a seleção celeste, empatou 3, perdeu 4 e, depois de armar o bote para se aproximar do G4, desandou e instalou-se ali na oitava colocação. Há 5 rodadas, nenhum dos dois se move na tabela e só se distancia do time à frente. E lá vem Grêmio e São Paulo...


PS: 23/09, 22:00 - Deu no que deu: São Paulo 1 x 0 Cruzeiro. Fora de casa. Panteras 0 x 0 Grêmio. Em casa. O Cruzeiro caiu uma posição. As panteras não dependem mais, apenas, da vitória sobre o Flamengo para reconquistar a liderança. Lá se vão os times mineiros ladeira abaixo... Efeito Lacerda! #foralacerda...

7 comentários:

Ramon Lamar disse...

Ahn? E quando Dilma ganhou a presidência o Cruzeiro e o Atlético quase foram rebaixados... estranho mesmo!

Blog do Flávio de Castro disse...

Ramon, há um erro no seu raciocínio: as torcidas mineiras não deram apoio a madame Rousseff. Se tivessem dado, talvez, quem sabe?, ela não teria sido pé quente e facilitado a nossa vida, não é mesmo? Mas, de toda forma, não viva do passado, venha para o presente. Me ajude a levar o Mick Lacerda para as arquibancadas do Independência. A torcida celeste agradece...

Ramon Lamar disse...

Flávio, 2 anos não pode ser considerado tão passado assim. E as torcidas devem ter apoiado pois Madame Roussef ganhou largamente em Minas Gerais. http://1.bp.blogspot.com/_ypnwZJvO0Jg/TNAHJtSlcQI/AAAAAAAAAj8/DQf_UtlTp8o/s1600/minas+gerais+eleicao+2010.jpg
Principalmente no norte mineiro, portanto sem muitas razões para apoiar os paulistas.

Ramon Lamar disse...

E essa notícia do presente: http://www.em.com.br/app/noticia/especiais/eleicoes/eleicoes-bhregiao/2012/08/13/noticias_internas_eleicoes,311666/lacerda-recebe-apoio-dos-dirigentes-de-atletico-america-e-cruzeiro.shtml

Blog do Flávio de Castro disse...

Sim, Ramon. Mme Rousseff ganhou com o voto das torcidas, não com o apoio dos cartolas. Não tendo sido apoiada oficialmente pelos times não é justo acusá-la de pé frio, não é mesmo? Pois bem: estou me referindo, neste post, exatamente, ao link que você postou acima. O que estou demonstrando, matematicamente, é que, desde que os dirigentes mineiros declararam apoio ao Márcio Lacerda [o que é ilegal, porque a marca do time não é propriedade de ninguém...], no dia 13 de agosto, na 17ª rodada do Brasileirão, a coisa degringolou tanto para o Cruzeiro quanto para o Atlético. Inevitável concluir: o cara é o maior pé frio!

Blog do Flávio de Castro disse...

A propósito, Ramon, há dois anos, os mesmos cartolas hipotecaram o seu apoio não à Mme Rousseff, mas ao Monsieur Antônio Augusto. Cá entre nós, acho que o nosso atual governador também é um Mick Jagger das arquibancadas. Por certo, foi culpa dele o nosso quase rebaixamento. E ele é atleticano... Arrah! É isso! Ele também é um super pé frio: é dele sim a culpa das panteras estarem no sereno dos títulos há anos e anos...[gargalhadas]

Blog do Flávio de Castro disse...

Ramon, cá entre nós. Você é Corintiano e não vai me levar a mal: bem que o Antônio Augusto podia levar o Lacerda ao Independência, hoje, não é?! Cara!, eu ia poder relaxar. Não ia precisar reservar alguma energia para secar as panteras. Podia gastá-la toda tentando diminuir o prejuízo da seleção celeste contra o São Paulo. Ajuda aí, vai!