23 de set de 2012

Cingapura

Não sei se já disse isso aqui ou se vou me desdizer, mas esse GP de Cingapura é uma coisa muito chata. O circuito tem a vantagem de permitir ultrapassagens e só. No mais, é horroroso! Muro e muro. Uma trocação de pneus descontrolada. E essa história de corrida noturna não lhe permite o mais divertido: observar a cidade, o entorno do circuito, essas trivialidades. Nem arquibancada e torcida se vê. Só Galvão acha uma maravilha a vista noturna com 'a maior roda gigante do mundo'. No mais, depois do abandono de Hamilton [haja sorte, hem, Alonso!...] e de voltas e voltas de safety car, resta jogar a toalha e arrumar coisa melhor pra se fazer. E se você insiste, lá vem safety car, de novo. Fórmula esportiva Mercedes... Haja!

[A roda gigante mais gigante do mundo: o atrativo da corrida de Marina Bay, depois dos safety cars]

5 comentários:

Frederico Dantas disse...

Tão chato quanto a corrida é o Galvão berrando a cada 5 minutos "isso é Cingapura, galera!".

Blog do Flávio de Castro disse...

Verdade, Fred.

Ramon Lamar disse...

Realmente. E eu fico procurando as árvores em torno do circuito... vi poucas... acho que são poucas mesmo (por outras imagens que olhei).

Blog do Flávio de Castro disse...

E as arquibancadas com torcidas, Ramon??? Nem as pobres arquibancadas nem principescas varandas monegascas... nada!!!

Ramon Lamar disse...

Parece com algumas pistas da Fórmula Indy. Inclusive a geração das imagens.