9 de ago de 2012

[sem comentários]

Por problemas técnicos, literalmente, o caderno de esportes deste blog não circulará, nesta semana. Pedimos desculpas, em especial, aos fiéis seguidores do esporte bretão.

14 comentários:

Anônimo disse...

zéééééééérôôô...
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

A. Claret disse...

Flavio,

Nao sou nenhum fanatico do voley mas antes de ontem vi um espetaculo: Brasil x Russia em voleyball feminino em pista. Fazia tempo que nao via um jogo tao bonito, equilibrado, emocionante. Pena que as duas seleçoes nao podiam passar. O melhor que vi nestas olimpiadas.

A. Claret disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ENIO EDUARDO disse...

Sei . . .

Há um Galo Desfilando Galhardia, Raça e Esporadas à frente do Brasileirão.

É esse o motivo do fechamento do Caderno de Esportes?

Blog do Flávio de Castro disse...

Claret, o vôlei feminino Brasil e Rússia foi 'o' jogo. Sensacional! Valia uma edição especial do caderno de esportes... Mas eu dei férias por nosso editor esportivo já que tudo o que vale a pena no esporte também entrou de férias: a F1, o futebol da seleção celeste... bom, deixa pra lá.

Blog do Flávio de Castro disse...

Enio, acho muito boa sua ideia de mudar nomes de ruas, acho que devemos falar mais sobre isso [risos amarelos sinceros...]

A. Claret disse...

Risos verdes e amarelos! Ouro em voleyball feminino!!!!!

Blog do Flávio de Castro disse...

As mulheres do vôlei foram o grande destaque brasileiro nessas Olimpíadas, não apenas pela medalha, mas, sobretudo, pela trajetória. O jogo contra a Rússia foi o ponto alto. A mesma Rússia que deu uma virada histórica sobre o Brasil, no vôlei masculino, agora há pouco. Você assistiu, Claret? O Brasil teve dois gold medal points, deixou de fechar o terceiro set e o adversário passou a dominar. Incrível...

A. Claret disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A. Claret disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A. Claret disse...

Assisti o jogo e me decepcionou a falta de garra dos brasileiros e o excesso de protagonismo do tecnico: muito nervoso e gesticulador. Eele e' sempre assim?

Como te disse, nao entendendo de volley mas na minha opiniao a derrota foi motivada por uma escassa base psicologica.

Blog do Flávio de Castro disse...

Claret, Bernardinho é quele nervosismo sempre. Já é parte do show... Como é esse o estilo dele, não acho que ele tenha instabilizado os jogadores. Acho sim que a Rússia surpreendeu com aquele gigante e que aquele dois gold medal points perdidos detonaram a 'base psicológica' do time. O tie-break foi emblemático: um time em campo, outro na lua...

Frederico Dantas disse...

Não se esperava, tanto do time masculino quanto de feminino, chegar aonde chegaram. Mais uma vez o vôlei foi muito bem.

Quanto ao Bernardinho, Claret, ele é assim mesmo. E ele, seguramente, é um dos responsáveis pelo atual estágio de vôlei brasileiro. Assim como o Zé Roberto, que hoje é tricampeão olímpico, o Bernardinho já ganhou medalhas com homem e mulheres, inclusive de ouro. E ainda tem uma como jogador.

Ele tem seus trejeitos exagerados, nas é um excelente técnico.

Frederico Dantas disse...

Mas hoje gostei mesmo foi da medalha da Yane, no pentatlo. Mais ainda porque o técnico dela é meu primo e ralam numa modalidade que ninguém dá bola. Parabéns aos dois e ao resto da equipe.