15 de jan de 2012

Os empresários vão consertar a política?

Para os iludidos que acreditam nisso, que se esquecem que o Congresso está cheio de empresários e nem por isso tornou-se uma instituição melhor, vale a pena a leitura do artigo de Paul Krugman: EUA não são uma empresa, na Folha, de ontem [AQUI].


Krugman refere-se ao caso americano, especificamente ao que tem dito o pré-candidato republicano Mitt Romney, de que, para consertar a economia é preciso "alguém que já fez sucesso nos negócios", como ele, naturalmente. Falácia que Krugman combate.

O final do artigo é próprio: "Agora, para sermos justos, ser político de carreira não constitui necessariamente uma preparação melhor para administrar a política econômica que ter sido um empresário".

2 comentários:

A. Claret disse...

Como vao salvar a politica se eles sao a parte mais importante do problema?

Blog do Flávio de Castro disse...

Concordo, Claret.