15 de jan de 2012

Mercado editorial: imprecisão

No momento em que o mercado editorial brasileiro começa a ganhar alguma importância internacional, defronta-se com um velho problema: a imprecisão dos dados relativos ao volume de vendas, o que, em última instância, diz respeito ao próprio dimensionamento desse mercado. Hoje, o que se sabe de vendagem é informado - de forma não necessariamente verdadeira ou certificável - pelas editoras e pelas livrarias. Para enfrentar esse problema, vêm aí duas gigantes globais em pesquisa de mercado: a americana Nielsen e a alemã GfK.

Nenhum comentário: