11 de jan de 2012

Conveniência

Para alguns - ou muitos - o compromisso com o combate à corrupção e com a austeridade no trato da coisa pública não é fruto de convicção, mas de conveniência política. Corrupção e austeridade são, portanto, conceitos elásticos. Quando convém, os discursos são inflamados; quando não convém - ou a conveniência é outra -, o silêncio é gritante. A política sempre fala mais alto:

N'O Tempo Online [AQUI]: PSDB evita atacar ministro Fernando Bezerra por causa de Aécio Neves.

De olho na aliança de 2014, o PSDB tem evitado bater no ministro Fernando Bezerra. Ele, que é chefe da pasta de Integração Nacional, pertence a um partido que interessa os tucanos: o PSB. Bezerra é acusado de favorecer seu estado natal, o Pernambuco, na divisa de verba do Ministério e de empregar parentes na Esplanada.

A ala tucana ligada ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) prefere não se indispor com o PSB. A legenda é uma das principais forças políticas no Nordeste e tem peso no Congresso Nacional. O peessebista Eduardo Campos, governador pernambucano, é amigo próximo do senador mineiro.

Enquanto o DEM pretende metralhar o ministro, o PSDB está mais recuado. Os tucanos não assinaram a representação que o DEM protocolou na Procuradoria-Geral da República pedindo abertura de investigação contra Bezerra. Além da afinidade com Aécio, ainda há outro motivo. O presidente do PSDB, Sérgio Guerra (PE) tem fortes ligações tanto com Eduardo Campos quanto Fernando Bezerra.

A estratégia tucana é enfraquecer a base da presidente Dilma Rousseff para conseguir mais apoio na próxima corrida eleitoral para presidente. As informações foram publicadas nesta quarta (11) no jornal Folha de S. Paulo.

2 comentários:

Anônimo disse...

A estratégia faz sentido: "Eduardo Campos culpa PT por tiroteio contra ministro. Às vésperas da aguardada reforma ministerial, entornou de vez o caldo das relações entre PSB e PT". É o que diz a Folha de São Paulo: http://presidente40.folha.blog.uol.com.br/arch2012-01-01_2012-01-15.html#2012_01-11_18_12_20-148476994-0

Anônimo disse...

PSDB logo depois das eleições assumiu publicamente a oposição ao governo do PT, desde então não parou de aparecer denuncias contra ministros do governo Dilma, coincidencia, eficiencia do PSDB... Será que na era do Fernando Henrique 8 anos de pura hipocresia não houve nenhum corrupto no governo??? coincidencia...