25 de jun de 2009

Ressaca

Negra manhã. Eu engulo o frio cortante que entra pela janela. O gosto de metal enrijece a minha língua. A janela não devia estar aberta, mas está. Tomo um gole de café frio, outro de vinho. Restos à mão... Recolho os gestos e me aquieto. Adquiro, mentalmente, o conforto de um banho quente e de uma xícara de chá. Efêmero: descruzo as pernas e percebo, desconfortável e previsível, o frio contato das roupas. Altíssimo Senhor, mova-me! Destitua-me de mim próprio e encarne em mim a minha mãe e seus cuidados. O meu pai, e o seu noturno mingau de fubá. Retire-me dessa prostração e me informe as horas. Ainda que o sol se negue, devo estar pronto para o trabalho? Já é manhã? Ainda que a noite não tenha encontrado em mim seu recanto, ainda que, advertidamente, tenha seguido seu passo reto, pergunto: exatamente, que horas são? No aguardo, adormeço. Que diferença faz dez minutos mais, dez minutos menos?

A morte descerra o meu sono. Lapidar, precisa, organiza a minha mente. Isola, de forma cirúrgica, até os confins da minha alma, o bem do mal. O temor me assedia. Suo copiosamente! E o suor frio me aquece. Ou apenas me enternece. Comunico solenemente: senhores, tenho medo! E o medo me prepara para o dia que reluta em amanhecer. Apego aos meus sentimentos mais torpes: um tanto de covardia, outro tanto de resignação e alguma noção de dever. Levanto e corto a neblina matinal com uma faca. À esquerda, o certo. À direita, o errado. No centro, no fiel da balança: eu e as minhas incertezas. Apego-me a Nossa Senhora. Maria tem cara terna e conhecida. Como minha avó! Consola-me de forma plena. Apesar de meus pecados, diz para mim mesmo, que tenho algum sentido. Atravesso, excitado, o espaço entre eu mesmo e a verdade. Então, minto, e por isso recorro a Deus. E Deus me recomenda, mais uma vez, à sua mãe. É, então, que transcendo os limites restritos da penitência e alcanço os amplos e confortáveis domínios da compaixão. Gélido, alcoólico, metálico, recorro silencioso e contrito aos desígnios dos céus. Mãe Maria, íntima de mim, que me ama mais do que eu mesmo, me abraça e me diz: durma em paz!

Cochilo entre flautas celestiais. Sei bem que além de adentrar na santa paz da compaixão merecida pelos fracos redimidos, me acolho também na paz da minha própria comiseração. Reajo! Nessa convicção, digo: serei melhor! Tanto melhor, quanto mais estúpido, se preciso. Agora, elevo meu espírito. Enobreço-me. Faço votos de pobreza. Decido: serei generoso, conduzirei minha vida com retidão. Almejo mais: serei forte! Levanto-me, enxugo meu suor, respiro fundo e afirmo: Estou disposto! Serei melhor, sim! Se não for possível mais sábio, permita-me Deus, menos tolo! Se não verdadeiramente bom, misericordiosamente gentil.

De pronto, preparo uma gemada. Quem quer ser forte precisa se preparar... O dia me reconhece e, pela janela aberta, clareia...

64 comentários:

Flávia disse...

Braaaavooooo!!!!!!!
Nunca pensei que uma ressaca pudesse ser descrita de forma tão poética!
É a primeira vez que vejo alguém definir gosto de cabo de guarda chuva, com uma frase do tipo... "O gosto de metal enrijece a minha língua".
Ontem ouvi de uma pessoa (vou deixar que ela mesma se revele) que o que vc escreve merece ser publicado. Concordo plenamente e espero merecer a honra de preparar o evento de lançamento do seu livro aqui na BPM.
Isto que eu chamo de sentir uma ressaca até na alma...rsss
Um grande abraço
Flávia

Pablo disse...

Nossa, fiquei com vontade de acordar com uma ressaca inspirada assim.
Amanhã, dou notícia se consegui.
Parabéns pelo belo texto para uma má situação.
E vamos rumo ao tri!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.